Publicidade

Liberado nesta terça-feira 14/08 o Pis/Pasep

IMG 8876Filas gigantes em Matão para retirada do pagamento na Caixa Economica Federal e no Banco do Brasil.

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil começou, nesta terça-feira (14), a realizar os pagamentos das cotas do Programa de Integração Social e do Programa de Formação de Patrimônio do Servidor Público, o PIS/Pasep.

Trata-se da terceira etapa do programa, que vai liberar, para cotistas de todas as idades, o saque ao saldo em lotéricas, unidades da Caixa e do Banco do Brasil. O benefício vai injetar R$ 35,7 bilhões na economia nacional.

Segundo o governo, cerca de 23,8 milhões de pessoas de todas as idades, que trabalharam com carteira assinada entre 1971 e 1988, têm direito a acessar os recursos até 28 de setembro, quando se encerra a janela do novo cronograma permitido pela legislação.

Quem tem direito ao Pis/Pasep?

Tem direito ao saque servidores públicos e pessoas que trabalharam com carteira assinada de 1971, quando o PIS/Pasep foi criado, até 1988. Quem contribuiu após 4 de outubro de 1988 não tem direito ao saque.

Isso ocorre porque a Constituição, promulgada naquele ano, passou a destinar as contribuições do PIS/Pasep das empresas para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e o abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Para saber se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar os sites da Caixa e do Banco do Brasil.

Onde sacar?

O saque estará liberado para todos os cotistas, bastando que se dirijam às agências bancárias da Caixa (trabalhadores que atuaram na iniciativa privada) ou do Banco do Brasil (trabalhadores que atuaram no serviço público). São cerca de 17,5 milhões de pessoas que poderão sacar entre 14 de agosto e 28 de setembro. Para isso, basta levar ao banco um documento de identificação ou o número de registro do PIS/Pasep, consultando na hora o valor que tem direito de sacar.

A Caixa e o Banco do Brasil oferecem essas consultas por meio de suas páginas na internet. “É importante frisar que, dos 23,8 milhões de cotistas com direito ao benefício, cerca de 15 milhões têm são pessoas com menos de 60 anos, as quais, a partir de 29 de setembro, não terão mais direito de resgatar os recursos, de acordo com a Lei 13.677/2018. Daí a importância de todos os trabalhadores que atuaram naqueles anos buscarem informação sobre os seus saldos disponíveis”, informou o Ministério do Planejamento, em nota. Foto Maury Junior "mataourgente" Fonte tribuna Brasil.

IMG 8880

Pesquise no Site

Publicidade