Publicidade

Adelino Bordignon tem 91 aprovações no vestibular 2020

Aprovados 1Cursos de Medicina, Direito, Biomedicina, Ciências Biológicas, Engenharia Agrônoma, Odontologia e Engenharia Elétrica estão entre as aprovações em universidades públicas.

A Escola Municipal Adelino Bordignon manteve a tradição e novamente alcançou um alto índice de aprovações nos vestibulares de 2020. No total foram 55 aprovados em 91 vestibulares, considerando que alguns alunos passaram em mais de uma faculdade, entre públicas e privadas.

Das faculdades públicas foram 55 aprovações, sendo 44 estaduais e 11 federais. Em faculdades particulares, 29 alunos passaram para o curso superior. A escola também se destacou nas conquistas de bolsas do PROUNI e FIES, devido aos expressivos resultados no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), totalizando mais de 60 aprovações.

De acordo com o diretor da escola, Adílson Cardoso, o resulto positivo dos vestibulares é devido ao comprometimento dos alunos, professores e também a qualidade de ensino das unidades escolares municipais, estaduais e particulares que Matão. “O Adelino Bordignon é o final de um ciclo básico, por isso que o aluno a partir do Adelino é que ingressa em uma universidade, por isso temos que  respeitar e agradecer muito toda rede, desde os professores que ensinaram estes alunos a ler e escrever, o fundamental II que melhora a qualidade este aluno, enfim, quando este aluno chega aqui ele já está pronto, aí cabe a nossa escola ensinar a ser competitivo e prepará-lo para uma universidade. Tudo isso só comprova que a educação no município está muito boa e isso requer o nosso agradecimento ao prefeito Edinardo Esquetini, a secretaria de educação. Conseguimos aprovar em todos os mais diferentes cursos e diversas faculdades do país. Isso nos deixa muito feliz, e agradecido a todos”, explica.

 O diretor de ensino fundamental, Jessé Romero Cardoso, comentou que a cidade de Matão tem que se orgulhar por cada um desses alunos aprovados. “Temos que deixar bem claro que essas aprovações são uma conquista pra cidade de Matão, e nós como professores da rede ficamos muito felizes, pois este processo começa na educação infantil, depois passa para o fundamental, até chegar no ensino médio. Recebemos alunos do Dorival de Carvalho, Marlene Frattini, Antônio Carlos Manzini, José Inocêncio da Costa entre outras escolas públicas, e também de escolas particulares, por isso, temos que comemorar essa conquista e por ter esse número expressivo de aprovados nas universidades”, relatou Jessé.

De acordo com a assessora de Planejamento, Neia Serafim, devido ao investimento na área da educação, os frutos já estão sendo colhidos com essas aprovações. “Esses são os frutos colhidos devido ao investimento que o município vem fazendo na área da educação, esse momento é o momento de agradecer o prefeito Edinardo Esquetini, a secretária Adriana Marangoni, aos funcionários da escola, familiares e é claro, agradecer todos os alunos aprovados que levarão o nome de Matão por todo o estado de São Paulo e também por todo Brasil”, reforça Neia.

Dentre as universidades que tiveram alunos aprovados estão: UNESP, UNICAMP, USP, FATEC, UNIFESP, UNEMAT-MT, UFSCAR, UFPEL – RS, UFTM – MG, FGV – RJ, IMMES, ANHANGUERA, UNIARA, UNIP, BARÃO DE MAUÁ, UNISANTA, SÃO LUIS, IFSP, UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU, ITES e UNAERP.

Depoimentos

Paulo Gorgatti, aluno aprovado no curso de Medicina na UNESP (Botucatu) e na UNILA – Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Foz Iguaçu);

“Quando a gente traça os nossos objetivos de querer uma vaga em um dos cursos mais concorridos do país, temos que colocar em mente que teremos que renunciar festas em família, baladas, finais de semana com amigos, viagens. Para alcançar o meu objetivo de passar no vestibular de medicina, no começo tive uma certa dificuldade de me adequar aos estudos preparatórios e os professores sempre estiveram presentes pra me auxiliar nesta jornada. É muito gratificante ver toda família comemorando comigo essa conquista, pois essa conquista não é só minha, mas sim de todos os familiares que sempre me apoiaram”,diz.

Beatriz Bombonato da Silva, aluna aprovada no curso de Ciências Econômicas na UNESP (Araraquara);

“Desde o ensino fundamental os professores sempre se dispuseram nos ajudar, tirar dúvidas e apoiar as nossas escolhas e com isso eu sempre me senti acolhida na escola, pois parecia que eu estava na minha casa. A ansiedade de receber a notícia de aprovação tomou conta dias antes, um dia antes passei a noite acordada, mas na hora a minha irmã me informou que eu tinha sido aprovada eu fiquei sem reação, pois a felicidade tomou conta e agora é aproveitar cada segundo desse novo ciclo”.

Rafael Vinícius Silvério Rodrigues, aluno aprovado no curso de Engenharia Elétrica na UFSCAR (São Carlos);

“Um dos pilares para o sucesso profissional, com certeza, é a escola. Temos que agradecer o apoio que os professores, funcionários e aos alunos que já se formaram que nos deram apoio e dicas de como se sair bem nas provas. Antes dos vestibulares, os professores tentam de toda forma nos tranquilizar e motivar a gente pra que na hora da avaliação o nervosismo não tome conta”.

Vitória Caroline dos Santos, aluna aprovada no curso de Pedagogia na UNESP (Araraquara);

“Eu estudo no Adelino desde o 1° ano do Ensino Médio, fiz meu ensino fundamental na Escola Antônio Carlos Manzini, e como uma futura pedagoga é importante salientar a educação como um todo, desde a educação básica até o ensino médio porque é uma preparação contínua. Especificamente no ensino médio foi muito importante ter o apoio de todos os professores, sendo assim eu só tenho que agradecer cada um deles que cruzaram o meu caminho, não só os professores do Adelino, mas também como os das outras escolas”, relatou a aluna.

Leonardo Cardoso da Silva, aluno aprovado no curso de Medicina na UFTM (Uberaba), USP (Bauru), UNICAMP e FAMERP;

“Eu ingressei os estudos na escola do Adelino desde o primeiro ano do ensino fundamental e com isso posso considerar a escola como parte da minha família, pois desde criança a escola me forneceu a base, acompanhou cada passo da minha alfabetização, os professores me incentivaram a estudar, criar hábitos e com isso todos os objetivos que alcancei eu tenho que agradecer os professores e aos profissionais que trabalham na escola”, comentou o aluno.

Aprovados 2

Pesquise no Site

Publicidade