Publicidade

Distrito Industrial de Silvânia tem nova concorrência de lotes no dia 12

Distrito 2Abertura dos envelopes será no Departamento de Compras e Licitações a partir das 8h30

A Prefeitura de Matão informa a data de nova concorrência pública para aquisição de lotes no Distrito Industrial de Silvânia. Aqueles que desejam ampliar ou instalar sua empresa no local deverão comparecer no dia 12 de março, a partir das 8h30, no Departamento de Compras e Licitações para abertura dos envelopes. Empresas de médio e grande portes podem se instalar no local.

Até o momento, 20 empresas compraram 73 lotes, considerando que algumas delas adquiriram mais de um terreno. Agora, restam apenas 58 dos 131 lotes que foram disponibilizados no início deste processo. A infraestrutura do Distrito está pronta, permitindo a instalação imediata das empresas, desde que os projetos de construção sejam aprovados pelo órgão responsável. Lembrando que os lotes possuem de 1000 m² até 1800 m² para o empresário dar o lance mínimo de 10% do valor de avaliação do lote. Os empreendimentos estão animando o setor de construção civil e abrirão mais de 200 novas vagas de trabalho.

Dentre as 20 empresas que serão instaladas no Distrito estão: Orivaldo Montor – ME; Israel Henrique da Silva; Polymers High Performace Indústria de Revestimento Termoplástico LTDA; Redentor Rebarbação, Usinagem e Fundição LTDA; Rhaifel Montagens Industriais LTDA; Sofer Cotton Máquinas e Equipamentos LTDA; Terravam Construtora LTDA; AKI Eletro Importadora e Exportadora EIRELI; Barros Indústria de Rotomoldagem EIRELI; C.M.P Usinagem e Indústria LTDA; Damazio & Mancini Manipulação de Pães Caseiros LTDA; Fafer Sucatas Matão LTDA; Marco Pereira da Sailva ME; Serralheria Imperador de Matão LTDA; Edson Augusto Quinaia; Farmácia Mello & Cicogna LTDA – ME; J.P Peças de Reposição Agrícola e Serviços LTDA – ME; Paulo César Zanardi – ME; Salton Manutenção Industrial EIRELI – ME; e Aolar Comércio de Eletroeletrônicos Online Eireli – EPP.

As empresas interessadas devem participar da licitação para poder adquirir os terrenos. É importante observar quais os tipos de atividades que podem ser realizadas (Cetesb). As empresas terão o prazo de seis meses para fazer o projeto, aprová-lo e iniciar as obras. Já a finalização deve ocorrer no máximo de 360 dias, caso não seja cumprida, a Prefeitura de Matão poderá retomar essas áreas para concessão a uma nova empresa.

Após 14 anos do protocolo feito junto à Cetesb, a atual gestão resolveu as pendências que existiam desde 2003. Ao longo de 2017, aconteceu um amplo trabalho de adequação do distrito e a liberação foi amparada pelos trâmites legais, que ainda incluiu a licença de operação publicada pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). Dentre os ajustes realizados estão a recuperação das galerias de águas pluviais, pavimentação, interligação da rede de esgoto, construção das calçadas ecológicas e adequações na área verde, instalação da bomba d’água, outorga do poço, plantio de árvores e outras questões ambientais.

Para mais informações, basta entrar em contato com a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, na Rua 28 de agosto, 651, Centro. Atendendo de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, o telefone para contato é 3384-7575.

Distrito 1

Pesquise no Site

Publicidade